Cuidados ao fazer o alisamento de cabelo

Cuidados ao fazer o alisamento de cabelo – Da série cuidados com os cabelos parte I

De uns meses pra cá tenho respondido inúmeros comentários sobre dúvidas sobre o alisamento de cabelo masculino, o que nos fez criar uma série de artigos a fim de alertar sobre os perigos das químicas para os cabelos quando usados indiscriminadamente, assim como o que significa cada tipo de alisamento, como aprender a cuidar e tratar dos seus cabelos.

Com base nessas dúvidas alguns pontos me deixaram bem preocupado quanto ao uso de diversos tipos de alisamentos feitos em casa a fim de obter os penteados iguais as dos artistas pop do momento (vide  Gusttavo Lima, Luan Santana, etc.), o que me faz na obrigação de esclarecer alguns pontos sobre estes procedimentos feito de forma errada.

Primeiro ponto- Alisamento de cabelo não é brincadeira de final de semana!

São químicas que alteram a estrutura do seu cabelo e não é feito para ser usado indiscriminadamente como se fosse um produto qualquer. Procedimento errado ou mistura de químicas vai fazer seu cabelo quebrar, cair, ter processos alérgicos e te dar uns bons anos de consulta médica para conseguir um pouco do seu cabelo de volta.

Os procedimentos de alisamento são excelentes e trazem um resultado fantástico quando feitos com profissionais competentes que indiquem a química certa para o seu tipo de cabelo tomando medidas preventivas que vão tornar o processo seguro.

Segundo ponto- Cabelo com alisamento precisa de hidratação sempre

Quando o cabelo recebe alguma química, os fios sofrem uma alteração em sua estrutura ocasionando na perda de alguns nutrientes tornando o cabelo mais frágil, podendo ficar quebradiço ou com aspecto opaco e sem vida.

Por isso que a regra de ouro após o cabelo ter recebido algum processo químico é a hidratação feita com frequência. Existem excelentes produtos para os cabelos quimicamente tratados com preço muito acessível onde é possível fazer o tratamento em casa mesmo. Falaremos mais detalhadamente sobre isso em outro artigo da série.

Terceiro ponto – Quais os riscos nos processos de alisamento?

É importante destacar que todos os processos de alisamento e relaxamento são seguros quando realizados por profissionais qualificados e com produtos certificados pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Se você já faz alisamento, antes da aplicação de qualquer química no cabelo, deve-se realizar o teste da mecha para verificar se a química presente no fio é a mesma do produto aplicado. Caso o cabelo comece a quebrar, é sinal de que as químicas não são compatíveis e o processo não deve ser realizado.

Para quem nunca fez o alisamento, é importante guardar sempre o nome da química e nome do produto de alisamento que você fez para informar ao seu cabeleireiro nas futuras aplicações.

Caso ocorra a mistura de químicas, ou seja, seu cabelo possui um tipo de alisamento e você faz outro diferente e não compatível, a descamação e rompimento dos fios é quase certa. Há casos em que a aplicação errada também traz problemas, por exemplo, o tioglicolato quando usado no sentido errado ao crescimento dos fios.

Bom, para inicio de conversa é isso. Espero ter esclarecido um pouco sobre as vantagens e desvantagens dos processo de alisamento. Nos próximos artigos da série falaremos sobre como identificar e lavar corretamente os cabelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>